O termo “aplicação de bandas adesivas” levanta frequentemente a questão da diferença entre o K-Taping e os métodos clássicos de aplicação de ligaduras funcionais. É quase impossível fazer esta comparação. O K-Taping constitui uma forma de terapia que apresenta um vastíssimo leque de aplicações. As bandas elásticas de auto-suporte são aplicadas mediante técnicas especiais ao longo das estruturas musculares, ligamentares e nervosas ou proporcionam canais para facilitar o fluxo do fluido linfático. O K-Taping não restringe a mobilidade do paciente, ao contrário dos métodos clássicos de aplicação de ligaduras funcionais. Na maioria dos casos, os métodos clássicos de aplicação de ligaduras funcionais são aplicados em torno das articulações e estruturas anatómicas, a fim de as imobilizar ou de as proteger de sobrecarga. Esta restrição em termos de movimento está associada a problemas conhecidos de rigidez e a uma redução da massa muscular. O K-Taping disponibiliza um conceito de tratamento e prevenção eficazes, preservando simultaneamente uma mobilidade total!
O K-Taping só é ministrado por médicos e terapeutas certificados com formação especial. São necessários conhecimentos médicos de anatomia, fisiologia muscular, posição ligamentar e vias nervosas para aprender como utilizar o K-Taping e para aplicar todas as possibilidades que este complexo método de tratamento tem para oferecer. Enquanto que o efeito de tratamento da maioria das terapias manuais acaba quando termina o tempo de tratamento, no caso do K-Taping os pacientes levam a terapia para casa com eles. O K-Taping funciona 24 horas por dia, em resultado da aplicação da banda adesiva e dos movimentos corporais. Mantém a sua eficácia durante todo o tempo em que a banda adesiva está a ser usada, mesmo sob condições extremas de stress resultantes das actividades diárias no trabalho e no desporto.


É assim que as técnicas de correcção linfática auxiliam permanentemente a drenagem linfática manual entre sessões de tratamento. O K-Taping pode melhorar a qualidade de vida em diversas áreas e prolongar o efeito do tratamento, quando integrado com conceitos de terapia modernos, como por exemplo após uma mastectomia.